Convênio

Em 1997 celebrou-se o convênio entre o Governo do Estado do Paraná, Prefeitura de Curitiba, UFPR e Fundação da UFPR para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Cultura – FUNPAR.

A parceria estabelecida representou um salto de produtividade e qualidade nos serviços prestados por essa unidade da rede pública estadual de saúde. Aos serviços já existentes nas áreas de atendimento materno-infantil, infectologia e cirurgias de correção de defeitos congênitos da face, foi agregada uma nova missão: a de transformar o Hospital num centro de excelência no atendimento aos acidentados em geral e, em especial, aos acidentes e doenças do trabalho.

Com essa parceria foi possível implantar o Pronto –Socorro de Trauma, atendendo assim a uma demanda da comunidade da região. Na ocasião, a UFPR procurava meios para ampliar a formação e o treinamento dos alunos do curso de medicina e da Residência Médica, especialmente da área de Cirurgia e Ortopedia.

Em 1999 o Hospital do Trabalhador implantou o Centro de Estudos, Pesquisa e Desenvolvimento Humano, que assumiu a administração de estágios curriculares e extracurriculares de alunos, proveniente de diversas instituições de ensino. Logo o Hospital foi reconhecido pelo Ministério da Educação e da Cultura e pelo Ministério da Saúde como “Hospital Auxiliar de Ensino”, cooperando com a formação de profissionais de saúde, por essa razão, passou a receber recursos adicionais para o seu custeio.

Dessa forma o convênio teve impacto bastante positivo também nas atividades de ensino e pesquisa, propiciando ao Hospital estar em permanente evolução, em sintonia com os novos conhecimentos científicos e com as novas técnicas de cada especialidade.

A participação da FUNPAR nesse convênio proporciona autonomia e flexibilidade administrativa para vinculação de pessoas, aquisição de insumos e equipamentos, realização de contratos e ações de manutenção em geral. Credenciada no SUS como prestadora de serviços, pelo hospital, a FUNPAR recebe e administra os recursos deste faturamento e também viabiliza o uso de recursos financeiros de outras fontes de financiamento, para o custeio da unidade.

Com os recursos administrados pela FUNPAR, do FIDEPS (Fundo de Incentivo ao Desenvolvimento de Ensino e Pesquisa em Saúde) e dos subsídios repassados pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná, foi possível a realização de melhorias na estrutura física e aquisição de equipamentos para o Hospital.

A Prefeitura participou com a implantação da UTI Neonatal (equipamentos) sendo importante para o programa Mãe Curitibana e fator de contribuição para a redução da mortalidade materno-infantil nesta região.
Recomendar esta página via e-mail: